Google+ Meu Mundo: Moda x Higiene Íntima

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Moda x Higiene Íntima


Essa é para as fãs de jeans justíssimo e calcinha de elastano: segundo o Guia de Condutas sobre a Higiene Genital Feminina, lançado pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), essas peças tendem a prejudicar a ventilação e irritar a região íntima. Com isso, o pH, que é o termômetro da saúde vaginal, é alterado, o que favorece a proliferação dos fungos causadores da candidíase e da vulvovaginite, uma inflamação na vulva. "Esse tipo de roupa ainda faz com que os ovários, as trompas e o útero recebam menos irrigação sanguínea, o que pode interferir na fertilidade", alerta o ginecologista Hércules Oliveira, membro da Sociedade Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia.

Segundo ele, no guarda-roupa ideal saem os jeans strech e os modelos que você tem que deitar na cama para conseguir fechar o zíper e entram as calças saruel e as croppeds, que são mais soltinhas na cintura e no cavalo. “Já as calcinhas de elastano ou qualquer outro tecido que dificulte a ventilação devem ser usadas por pouco tempo ou, melhor ainda, substituídas pelas versões confeccionadas em algodão. O mesmo cuidado vale para as meias-calças”, completa Hércules Oliveira.

Para quem não abre mão da lingerie sexy, o médico orienta para ficar ainda mais atenta à higienização genital, dormir sem calcinha e trocá-la pelo menos uma vez ao dia caso não consiga se lavar depois de ir ao banheiro ou se tiver corrimento excessivo.

Dica do especialista: "Para lavar a calcinha, use apenas sabão neutro ou de coco, dispense a água sanitária e o amaciante e enxágue muitíssimo bem. Isso porque esses produtos deixam resíduos no tecido que podem provocar uma infecção conhecida como vaginite química, que causa coceira e desconforto."

Saiba mais: www.dermacydteen.com.br
blog comments powered by Disqus