Google+ Meu Mundo: Deanna Lee - Diario da Penetração {Download Livro}

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Deanna Lee - Diario da Penetração {Download Livro}


Voltando com os livros hoje trago mais um de romance erótico -que como já disse antes, é meu estilo preferido- então vamos a Sinopse:
Samantha Kane é uma aluna com um plano vitalício sólido. Conseguir se graduar, encontrar marido, e ter uma grande vida feliz. Mas, a vida está para ensiná-la uma lição sobre amor, sexo, entre outras coisas.

Eu não li o livro inteiro ainda, por falta de tempo, mas já gostei dele e aqui esta umas partes que achei interessante:

"Eu descobri meu clitóris ainda jovem e me apaixonei por esse pequeno e quente lugar do meu corpo. Eu fiquei estupefata na verdade, assustada até por perceber que eu tinha uma coisa tão incrível no meu corpo. Cheguei à conclusão de que Deus deve realmente me amar para me dar algo tão maravilhoso que é só meu. Não achei nenhuma menção nos meus livros de ciência, nada no livro médico que minha mãe tinha escondido em um armário. Com certeza eu não sou a única mulher já nascida com algo tão maravilhoso. Porque não havia nenhuma nota nele sobre isso?

A Educação Sexual na escola não ofereceu nenhum esclarecimento sobre esse assunto, e consistiu basicamente em avisos sobre doenças sexualmente transmissíveis e morte. Então, na escola, eu aprendi que sexo, de fato, pode te matar ou te engravidar. Morta ou grávida; nenhuma dessas opções me entusiasmou. A mensagem da escola era clara: Não transe.

Eu ouvi vários comentários das mulheres da minha vida, mas nenhum me surpreendeu mais que o que minha avó disse a respeito: —A relação sexual é um dever da esposa perante seu marido, mas não há necessidade de gostar.— Ela disse num tom que não deixou margem para argumentação.

Eu ouvi aquela declaração, absorvi com o meu cérebro de treze anos, e tentei juntá-la com tudo que eu já sabia sobre meu corpo. Será que meu ‘lugar legal’ era de alguma forma separado da relação sexual? Por que minha mãe não tinha mencionado quando tivemos nossa única conversa sobre sexo? Se você não deve gostar, porque os livros de romance estão cheios de cenas de amor?

Quando eu estava com dezesseis anos eu já tinha aprendido o suficiente com amigas da escola no banheiro que tocar a mim mesma era chamado de masturbação, Meu ‘lugar legal’ se chamava clitóris, e que o ato sexual não era apenas um dever das mulheres para seus maridos. De qualquer forma, mesmo com esses novos descobrimentos eu não me permiti ter um parceiro sexual até eu ter dezoito anos e estar na faculdade. Perguntaram-me o porquê de eu ter esperado, e a resposta era complexa. Eu desenvolvi uma relação peculiar com o meu próprio prazer e meu corpo, e então esperei até que estivesse pronta para partilhar esse prazer com outra pessoa. Esse relacionamento, minha sexualidade, tinha emergido através de anos de autodescoberta e exploração mental. Levou-me um bom tempo para harmonizar os pensamentos do meu próprio prazer com o ato de dividir prazer com outra pessoa."

Outras partes interessantes:

"Eu não imagino que homens e mulheres possam realmente se darem bem. Eu duvido que algum homem que já viveu, tenha sido capaz de viver de acordo com todas as expectativas que uma mulher tenha para com ele.

E quanto às expectativas que eles têm em relação às mulheres, você me pergunta: os homens só tem algumas, que giram em torno da capacidade de uma mulher de perdoar e dar. Um homem espera que as mulheres perdoem, deem e sejam obedientes."

"Homem, como gênero, é como um quebra-cabeça único e demasiadamente confuso. O quê, se nada, os homens esperam de uma mulher? Era para eu ser uma marionete de mente fraca, sem vontade própria nenhuma? Era para eu antever os seus caprichos, colocar o prazer dele antes do meu, ignorar as ofensas e o desrespeito em prol de um relacionamento harmonioso?"

Sem mais delongas vou deixar o link aqui e espero que gostem dele assim como eu estou gostando...

Deanna Lee - Diário da Penetração
Formato: doc (abre no word)
Download

Deanna Lee vive no sul dos Estados Unidos.Ela escreve há dezoito anos. Deanna é casada, trabalha em uma biblioteca, e gasta o seu tempo livre escrevendo e lendo. Para saber mais sobre o dia-a-dia e suas experimentações, confira seu site www.deannaleebooks.com ou contate ela por email deanna@deannaleebooks.com.
blog comments powered by Disqus